terça-feira, 7 de abril de 2015

Inferno Comunista no Brasil. O Sequestro da Linguagem & A Lenga-Lenga da Humanização do que Sempre Foi Humano

 
A lenga-lenga comunista: Humanizar a Internet 
[http://www.opovo.com.br/app/maisnoticias/brasil/2015/04/07/noticiasbrasil,3419200/dilma-diz-que-internet-nao-pode-ser-espaco-de-intolerancia.shtml] 

A Internet é suficientemente humana. Ali, a intolerância, coisa humana normal em certo nível, é autorregulável. Os excessos já são coibíveis e puníveis por leis já existentes e outras, possíveis, pontuais - cuja elaboração e execução, conceitualmente e tecnologicamente - aperfeiçoam-se a cada dia em natural adaptação à estrutura desse emergente meio social -  a saber, o ciberespaço.


Os debates de ideias, as trocas de impropérios, acusações, enfim, os conflitos de opinião na rede são uma situação que não precisa de 'Humanização por que já uma realidade absolutamente humana. Na convivência presencial e, naturalmente, também na virtual.


A proposta de Humanização da Rede (Redes Sociais, mais precisamente), como muitas das campanhas comunistas, é mera especulação sobre conflito algum, pretexto camuflado para a implantação de mais uma ação ditatorial desse ridículo, anacrônico Governo Comunista do Brasil. Ação de controle dos meios de comunicação e da liberdade de expressão, mecanismo de policiamento ideológico.


É a velha sanha de controle dos regimes comunistas. Neste caso dos terroristas comunistas que saíram da tumba do auto-exílio - dentro e fora do país pela 'graça de uma Lei da Anistia da qual eles usaram e abusaram, ao longo de décadas, em sua pérfida obsessão de traição à Pátria.  

 

São os mesmos velhos personagens, assaltantes de banco, perpetradores de atentados maquiados (há mesmo quem fizesse plástica para melhor se camuflar...). 

 

Os mesmos comunistas ameaçaram a segurança nacional e paz dos cidadãos que têm o que fazer, hoje travestidos de 'democráticos, negando descaradamente a essência óbvia de suas próprias motivações no passado: implantar uma Ditadura do Proletariado!? no Brasil.

 

Zumbis, (no sentido de mortos-vivos), quase almas penadas impregnados pelos mais torpes sentimentos de revanche piorados por uma insaciável ganância por dinheiro e poder. Esse loucos, agora, estão à solta, proclamando suas propostas políticas alucinadas, derrotadas, atropeladas pela História  - como se fossem uma novidade.


E como ladrões que são, para vender essa marmita podre, com a insistência dos compulsivos - os comunistas que todos julgavam extintos, maldosamente rancorosos, com a persistência de um psicopata delirando em loop sua ideia fixa - sequestraram a palavra "Democracia" para usá-la como principal bandeira de cobertura para seus discursos meticulosamente mentirosos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário