terça-feira, 24 de março de 2015

Pedir Intervenção Militar Não é Blasfêmia, é Direito

 

LINKS RELACIONADOS

11/11/2014 EPOCH TIMES
Mobilização cubana no Brasil e na Venezuela provoca suspeitas
+ MATO GROSSO DO SUL. Desembarque de militares estrangeiros na calada da noite
https://www.epochtimes.com.br/mobilizacao-cubana-brasil-e-na-venezuela-provoca-suspeitas/
17/10/2014 EPOCH TIMES
Militar cubano infiltrado no Programa Mais Médicos é capturado em São Paulo
https://www.epochtimes.com.br/militar-cubano-infiltrado-programa-mais-medicos-capturado-sao-paulo/

 

As pessoas que estão pedindo Intervenção Militar neste cenário de caos da Instituições do Direito civil do país estão sendo tratadas, pelos adeptos do Impeachment, como se fossem leprosos, insanos ou grandes ignorantes.

 

Nas manifestações de rua, são rechaçados, escorraçados, vaiados como se fossem brasileiros de segunda classe, ainda que estejam calados, simplesmente segurando seus cartazes. Na internet, são adjetivados como golpistas e - nisso, nessa questão, os 'Impeachmentistas e os PTERRORISTAS igualam seus discursos.

Os defensores do Impeachment não dão aos Intervencionistas sequer o benefício da compreenção daquilo que os move: desesperança, muitas vezes, desespero (ou seja, desprovidos de Esperança), desejo de Ordem, descrença completa nas Instituições Civis, a saber e nessa ordem - altos escalões do Judiciário, Legislativo e Executivo; OAB, ABI, CNBB somente para citar as principais.

Descrença, também nos 'Movimentos que conclamam o povo (Nós) para as ruas enquanto vemos e sabemos das disputas internas desses movimentos além das denúncias de que - alguns, são desinformantes, conscientes ou não - que servem ao Comunismo/Foro do Crime na tarefa de ganhar tempo para armar a militância e posicionar seus militares, da Pátria Grande, nas fronteiras e dentro do país.


E aqui, 

1. a palavra "armar" é bem específica: refere-se a armas de fogo de alto calibre e alcance (shotguns) - além de outros equipamentos. 

2. A palavra "militância" refere-se aos mercenários dos MST e assemelhados (que já foram e estão sendo trinados embaixo dos nossos narizes) - além dos guerrilheiros profissionais, terroristas já instalados em território nacional sob o manto de asilados políticos, pobres imigrantes - na sua maioria homens, em idade de prestação de serviço militar, que aqui estão sem família e, no entanto, já recebendo seus soldos via bolsas-família e cachês outros por baixo dos panos (além do já proposto direito de voto para esses estrangeiros que mal colocaram os pés no país).

Mercenários que há alguns anos entram no país pelas fronteiras do oeste do território brasileiro. Mercenários que há anos já estão infernizando, de norte a sul do país - pequenos proprietários de fazendas produtivas, pessoas humildes cujas porteiras são arrombadas, bens saqueados, máquinas e equipamentos vandalizados.

Pequenos proprietários que alimentam o país com seu trabalho duro, especialmente as cidades do interior interior. Essas famílias estão sendo escorraçados de suas terras legalmente adquiridas, trabalhadas há três ou mais gerações. Escorraçados, sim, com as bênçãos da Forças Nacionais Comunistas do Brasil submetidas à presidência da República (PT & Comunistas associados).

Escorraçados sem direito a levar sequer as roupas, alguma comida e remédios. os que resistem são mortos, vítimas de atentados e tocaias, sequestrados, torturados e até estuprados. São fatos públicos e a notícia desses fatos é fácil de se encontrar para qualquer internauta de 5 anos.

Os Intervencionistas, também observam que em meio a tamanha crise, que envolve já há mais de uma década, inclusive, o desrespeito humilhante do princípios da Soberania Nacional - muitos parecem se divertir, tratam as manifestações como convescotes onde vão 'encontar os amigos.

Outros, estão aproveitando o MAL para LUCRAR - com a autopromoção de seus 'produtos - artigos opinativos, músicas, vídeos no YouTube, spots humorísticos etc..

Questões graves como Foro de São Paulo, associação dos Partidos políticos e outras 'entidades comunistas ao crime organizado, a destruição de nossas famílias ao longo de décadas de doutrinação escola/midia, a flagrante degradação sexual das crianças através de uma 'cultura popular pornô - estas graves questões estão sendo desgastadas, aos poucos.

Dia a dia - têm sua gravidade minimizada, diluída em meio às enxurradas de 'memes, 'tags e piadinhas de todo o tipo. Humor fora de hora praticado com a desculpa de 'é bom - descontrair o ambiente, descontrair a mente, refrescar a cabeça.

Com o perdão dá expressão pouco agradável, foi de tanto descontrair que seus descontraídos orifícios anais arregaçaram, já nem sentem mais o estupro de todo dia.

Os Intervencionistas têm boas razões para optar por esta via de moralização do país e a marginalização dessas pessoas é um desrespeito não somente à liberdade de expressão mas, também, desrespeito ao justo sentimento de total descrédito nas Instituições civis que deveriam estar funcionando já, nesse minuto - mas não estão.

P.S.: Eu não queria escrever sobre esses assuntos mas isso não é algo que eu possa evitar. Portanto, ninguém estranhe os próximos textos e eu sinto virão - serão duros, muito mais duros. Rock it. L.C.

 

LINKS RELACIONADOS

11/11/2014 EPOCH TIMES
Mobilização cubana no Brasil e na Venezuela provoca suspeitas
+ MATO GROSSO DO SUL. Desembarque de militares estrangeiros na calada da noite
https://www.epochtimes.com.br/mobilizacao-cubana-brasil-e-na-venezuela-provoca-suspeitas/
17/10/2014 EPOCH TIMES
Militar cubano infiltrado no Programa Mais Médicos é capturado em São Paulo
https://www.epochtimes.com.br/militar-cubano-infiltrado-programa-mais-medicos-capturado-sao-paulo/

 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário