sábado, 15 de fevereiro de 2014

TREINAMENTO & PESQUISA

esta é uma obra de ficção I

- Você precisa sair um pouco.
- Pra quê?
- Sei lá, vai ver o mundo lá fora...
- Não tem nada que me interesse lá fora.
- Mas você precisa arranjar um namorado.
- Por quê?
- Pra ter alguém.
- Eu me tenho, é suficiente. Não existe ter alguém.
- Mas ninguém aguenta essa coisa de ficar sempre sozinho.
- Eu gosto assim.

- Mas tem a natureza...
- É - tem, o sol assassino; a chuva fora de hora, 
as formigas, as bactérias, 
os agentes patogênicos estranhos, dos outros.

- Vai na praia.
- Vai pro inferno. É a mesma coisa.
- Mas praia tem aquela coisa do mar...
- Tem areia
- Vai numa piscina.
- Quando eu quiser uma piscina 
eu alugo uma suíte de luxo em um motel.

- Entra em uma academia.
- Tem gente lá.
- Mas a pessoa precisa fazer exercício.
- Eu aprendi a fazer isso na escola. Faço em casa.
- Mas na academia tem o professor.
- Dispenso o carrasco e seus alunos do óbvio.

- Ok, vai em um barzinho com amigos.
- Não tenho amigos.
- Por quê?
- Sei lá, não tenho saco.
- E eu sou o quê?
- Não sei, ainda estou observando.

- Então toma uns drinks...
- Não bebo álcool.

- Vai a um teatro, um cinema, um show.
- Eu tenho internet.
- Faz uma viagem.
- Já disse, eu tenho internet e além disso eu tô medicado.

- Caramba, um restaurante.
- Eu compro os nutrientes que preciso em casa e guardo nos armários.
- Mas e o prazer de uma carne, uma lagosta!
- Já passei dessa fase evolutiva.
- Cara - você precisa fazer terapia.
- Eu faço.
- Com quem?
- Com os áudios e palestras dos melhores terapeutas que eu tenho no pendrive.

- Brother, você tem de respirar um ar puro.
- Quem disse?
- A medicina, a pessoa precisa de oxigênio.
- Tem oxigênio suficiente no meu ap.
- Mas você é fumante!
- E daí.
- Essa coisa mata.
- Uma porrada de coisa mata e no fim todo mundo morre.
- Mas essa fumaça é um veneno!
- Pra quem?
- Pra qualquer ser humano!
- Eu sou mutante, não vivo sem veneno.

- Caraca, mas afinal, você tem de viver a vida!
- Eu estou vivendo, repare.
- Eu não entendo: que vida é essa?
- É a minha.
- Mas então - que diabos você faz nesse mundo?
- Mas, não é evidente? Treinamento e pesquisa

- Cara, você precisa!s air!

- Look, presta atenção: Eu já fiz o Safari. Não tem nada lá fora.

3 comentários:

  1. ficção ou não, se parece muito com a minha vida.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. RA RA RA GENIAL! Essa é a MINHA filosofia também. Texto perfeito. Devidamente compartilhado publicamente no meu canal Google +. A Humanidade inteira devia ler isso.

    Como disse Angeli no número 1 da história revista Chiclete Com Banana: "O nosso propósito é apenas dar um beliscão na bunda do ser humano, pra ver se a besta acorda."

    ResponderExcluir